Território Vital

image

Performance em que quatro pessoas estão conectadas a sensores de frequência cardíaca e respiracao. Os dados extraídos dos sensores são transformados em parâmetros de sintetizadores digitais criados especialmente para a performance com o uso do SuperCollider.
Cada pessoa pode ouvir sons criados e transformados por seus próprios sinais vitais através de uma caixa de som posicionada atrás dela, bem como os sons dos outros através de cada um dos outros speakers.

Eu parto da hipótese de que ao fornecer biofeedback e neurofeedback de um grupo de pessoas através de sons, seus ritmos internos se harmonizam. Com "harmonia", não quero propor que elas se fundam em uníssono, mas que as proporções entre os sons individuais sejam equilibradas e desse equilíbrio emerge um som harmonioso, no qual as proporções são auto-equilibradas e não caóticas.

Mostra dos alunos da Escola Entrópica

05 de julho de 2018, Instituto Tomie Ohtake, São Paulo

image

volta ao topo